Estudos e Projetos

Estudo de concepção e projeto básico do Sistema Produtor São Lourenço

O novo Sistema Produtor São Lourenço foi projetado para exploração da vazão de reversão de até 4,7 m³/s no manancial bacia do Alto do Juquiá, para atender até o ano 2025 as demandas dos seguintes municípios das porções Oeste e Sudoeste da RMSP: Cotia, Vargem Grande Paulista, Itapevi, Jandira, Barueri, Carapicuíba e Santana do Parnaíba (parcial).
O projeto básico de reversão de água do Rio Juquiá para a RMSP envolve as seguintes obras: sistema de produção e adução de água bruta (captação na Represa Cachoeira do França, em Ibiúna, totaliza a extensão de 48,22 km de tubulações em um único diâmetro, sistema de produção e adução de água tratada, incluindo estação de tratamento e estação elevatória de água tratada, com vazão de 4,7 a 6,0m³/s, adutora de água tratada por recalque, com extensão total de 13,43 km, reservatório Granja Carolina, com capacidade de 30.000 m³, adutora de água tratada por gravidade, com extensão de 17,47 km, túnel abrigo, com seção de 42 m² e extensão de 1,02 km, travessias (rodovias; ferrovias; cursos de água; vias urbanas e subadutoras Cotia Atalaia com f de 700 mm e extensão de 2, 260 km, Jandira Mirante, com f de 400 mm e extensão de 0, 850 km, Jardim Tupã, com f de 800 mm (32") e extensão de 1, 034 km, e Gênesis, com f de 800 mm (32") e extensão de 10, 140 km.
O sistema adutor de água tratada totaliza a extensão de 30, 905 km e a extensão da subadução alcança 14, 284 km, resultando em uma extensão total de 45, 189 km de tubulação. Neste trecho de água tratada, foram projetadas as interligações com os sistemas Alto Cotia, Baixo Cotia e SIM Alça Oeste. Toda a trajetória de adução possui cerca de 79,1 km de extensão e com a subadução de 14,3 km, a implantação totaliza 93,4 km.

Cliente: SABESP
Local: Região Metropolitana de São Paulo, SP
Data: 2008-2011

NOTÍCIAS ENCIBRA